Teerã, 6 set (EFE).- O porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores do Irã, Hassan Qashqavi, advertiu hoje aos países árabes que o Irã considera uma interferência em seus assuntos internos apoiar a reivindicação territorial dos Emirados Árabes Unidos de três ilhas no Golfo Pérsico.

Em declarações a um grupo de jornalistas em Teerã, o funcionário ressaltou que o conflito sobre a soberania das ilhas de Tonb Maior, Tonb Menor e Abu Mussa só pode ser resolvido através de negociações bilaterais.

"Como dissemos muitas vezes, o mal-entendido sobre Abu Mussa deve ser solucionado de maneira bilateral. A mediação de uma terceira parte não ajudará", insistiu Qashqavi, citado pela agência de notícias local "Fars".

O funcionário reiterou também que as três ilhas fazem parte do território iraniano e assim permanecerão.

Além disso, disse que a reivindicação não tem fundamento e que comunicados em outro sentido serão considerados uma interferência nos assuntos internos iranianos. EFE jm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.