Irã acusa Ocidente de promover o terrorismo no Afeganistão

Teerã, 9 dez (EFE).- O Irã acusou hoje o Ocidente de promover o terrorismo no Afeganistão e no Oriente Médio, e Israel de praticar o terrorismo de Estado.

EFE |

"As forças da ocupação no Afeganistão e na região se transformaram em patrocinadores do terrorismo", disse hoje o presidente da Assembléia de Especialistas do Irã, Ali Akbar Hashemi Rafsanjani, durante um sermão pronunciado por ocasião da Festa do Sacrifício islâmica.

Em discurso retransmitido pelo canal público de televisão, o responsável iraniano ressaltou também que, desde o começo da ocupação, os terroristas tornaram-se mais fortes.

O clérigo, que fazia referência às forças da Otan mobilizadas neste país asiático e às forças americanas no Iraque, insistiu em que a insegurança aumentou nos países situados ao leste do Irã e afirmou que "parece que o controle escapou das mãos dos Governos (do Afeganistão e Paquistão)".

Rafsanjani disse também que, "enquanto Israel é um claro exemplo de terrorismo de Estado", os Estados Unidos acusam Teerã de "patrocinar o terrorismo simplesmente porque o Irã apóia grupos como Hisbolá e Hamas", considerados terroristas por Washington, enquanto os iranianos os consideram grupos de resistência. EFE msh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG