Irã acusa Ban de ingerência em assuntos internos

Teerã, 22 jun (EFE).- O Irã acusou hoje o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, de se intrometer nos assuntos internos do país ao pedir a liberdade daqueles que protestam contra os resultados das eleições do último dia 12.

EFE |

"Suas declarações vão contra as atribuições da Secretaria-Geral da ONU e do direito internacional, e constituem um interferência nos assuntos internos do Irã", disse o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores do Irã, Hassan Qashqavi.

"Com sua intervenção, (Ban) perdeu credibilidade diante dos olhos dos países independentes", acrescentou.

Ontem, o secretário-geral da ONU pediu às autoridades iranianas que ponham fim às detenções e às medidas de força contra membros da oposição que protestam contra o resultado das eleições presidenciais, denunciados como fraudulentos. EFE jm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG