Cinco pessoas morreram e mais de 300 foram detidas neste domingo, em uma série de protestos contra o governo do presidente Mahmud Ahmadinejad em Teerã, informou a agência oficial Irna citando um comunicado da polícia.

As vítimas "morreram em condições suspeitas e os especialistas estão tentando identificar os autores destes incidentes", indicou o comunicado, sem dar mais detalhes.

O subdelegado da polícia iraniana Ahmad Reza Radan disse que "uma (das vítimas) morreu ao cair de uma ponte, duas outras em um acidente de carro e outra levou um tiro".

"Como a polícia não utilizou armas de fogo, (esta morte) é suspeita e uma investigação está em curso", acrescentou.

O subdelegado disse ainda que "mais de 300 pessoas foram presas" nas manifestações deste domingo.

bur-lma/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.