IPCC rebate novas críticas sobre sua avaliação do aquecimento global

GENEBRA - O Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) rebateu nesta terça-feira acusações, feitas por um jornal britânico, de que seus especialistas teriam errado ao relacionar o aquecimento global, as catástrofes naturais e os danos econômicos.

AFP |

"O Sunday Times publicou um artigo mentiroso e sem fundamento atacando a maneira como o quarto relatório de avaliação do IPCC tratou uma questão importante relacionada às recentes tendências dos prejuízos econômicos causados pelas catástrofes climáticas", indicou o IPCC em um comunicado.

O grupo de especialistas das Nações Unidas, que ganhou o Prêmio Nobel da Paz, foi muito criticado por ter afirmado em seu quarto relatório, publicado em 2007, que as geleiras do Himalaia "poderiam desaparecer até 2035, ou até antes".

O IPCC reconheceu que tratava de um "erro lamentável", e prometeu revisar seus procedimentos de releitura com outros pesquisadores antes de publicá-los, para garantir a confiabilidade dos dados.

O Sunday Times criticou a relação mencionada pelo IPCC em seu relatório entre as catástrofes naturais, como inundações e furacões, e prejuízos econômicos.

Leia mais sobre: IPCC

    Leia tudo sobre: aquecimento globalipccmudanças climáticas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG