IPCC adverte sobre falta de tempo para lutar contra mudança climática

ZARAGOZA -O presidente do Painel Intergovernamental sobre a Mudança Climática (IPCC, em inglês), Rajendra Pachauri, advertiu, nesta sexta-feira, na Expo Internacional de Zaragoza que é preciso ter coragem e ser realista para enfrentar o pouco tempo que existe para lutar contra a mudança climática.

EFE |

O economista indiano, que há anos lidera uma incansável luta a favor do meio ambiente, insistiu que é preciso ser "valente" para não ficar no meio do caminho contra a mudança climática, "pois há muito pouco tempo para reagir".

As principais pautas a serem seguidas para frear a mudança climática são, segundo o presidente do IPCC, a adaptação aos efeitos que já estão acontecendo em todas as partes do mundo e a redução da emissão de gases que causam o efeito estufa até um nível "aceitável".

"A mensagem que eu daria é de que todo o mundo tem que fazer uso eficiente" da água, disse Pachauri, que lamentou que em Nova Délhi as pessoas tomem banho de mais de meia hora por "prazer e diversão, e não por necessidade".

Para Pachauri, que dividiu o Prêmio Nobel da Paz de 2007 em nome do IPCC com o ex-vice-presidente americano Al Gore, a água é um dos elementos mais vulneráveis da qual "temos que cuidar de cada gota".

Segundo Pachauri, a Expo Internacional de Zaragoza "é uma boa idéia", já que é um encontro entre pessoas que se preocupam em revelar alguns dos aspectos críticos "mais importantes" da humanidade.

Leia mais sobre: aquecimento global - IPCC

    Leia tudo sobre: aquecimento globalipcc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG