Invasores de terras de brasiguaios são detidos no Paraguai

Pelo menos 100 camponeses que invadiam propriedades de colonos brasileiros no Paraguai foram detidos nesta quarta-feira em Cedrales, departamento de Alto Paraná, 400 km a sudeste de Assunção, na fronteira com o Brasil, informou a polícia.

AFP |

Os invasores se renderam pacificamente, mas grupos isolados trocaram tiros com os agentes que vigiam terras da área ameaçada pelas ocupações.

O fiscal Troadio Galeano disse à imprensa que os "sem-terra", cujo objetivo seria ocupar terrenos explorados por "brasiguaios" (colonos brasileiros e seus descendentes, que cultivam soja), serão levados à justiça.

O epicentro do conflito é a rica região sudeste de Alto Paraná, próxima ao caudaloso rio homônimo, na fronteira com Brasil e Argentina.

Líderes camponeses afirmam que se trata de uma zona de latifúndios. Centenas de "sem-terra" estão acampados em frente a propriedades que pretendiam invadir, denunciaram testemunhas.

Desde a posse do novo presidente, Fernando Lugo, no dia 15 de agosto, as invasões de terra se multiplicaram em vários departamentos do país.

Néstor Núñez, presidente da Associação Rural do Paraguai, advertiu que "se o governo não aplicar a lei, a situação pode levar a enfrentamentos armados de forma iminente".

Belarmino Balbuena, líder rural da chamada Frente Nacional e Popular, de esquerda, disse que os "latifundiários" e "sojeiros" estão preocupados "porque o que queremos é recuperar democraticamente as terras improdutivas".

hro/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG