Inundações se estendem pelo sudeste da Austrália

Cerca de 3 milhões de pessoas foram afetadas por enchentes. Neste sábado, mais moradores se preparam para abandonar as suas casas

EFE |

As inundações que afetam 25% do estado de Victoria, no sudeste da Austrália, se propagam neste sábado às pequenas localidades de Lake Charm, Mystic Park, Bael Bael e Farley, entre outras, onde as populações se preparam para abandonar temporariamente suas casas.

A corrente de água do rio Loddon chegará no domingo a Swan Hill, uma pequena cidade com 10 mil habitantes e a 342 quilômetros de Melbourne, antes de desembocar no rio Murray, o mais longo da Austrália. Se os cálculos dos analistas forem confirmados, este rio será capaz de absorver e canalizar todo o fluxo de água das cheias.

"A colocação de sacos de areia entre Kerang e Swan Hill continua. Estamos alertando os moradores (sobre o perigo). Vão ocorrer grandes inundações nos campos, há água por toda parte (...). Vamos ter problemas com a água durante sete ou dez dias", assinalou o porta-voz do Serviço de Emergência do Estado australiano, Lachlan Quick, segundo a edição digital do diário "The Age".

Quick detalhou que, até o momento, 75 localidades da região setentrional de Queensland foram afetadas, e algumas como Kerang continuam isoladas, e outras dez se encontram no caminho da corrente de água.

As previsões meteorológicas para os próximos dias são de tempo nublado com possíveis chuvas vespertinas durante o fim de semana e precipitações na segunda-feira.

Até o momento, 33 pessoas morreram nos estados de Queensland e Victoria, 9 continuam desaparecidas e cerca de 3 milhões foram afetadas pelas enchentes no leste da Austrália, que começaram no final de novembro.

Os prejuízos estimados chegam a US$ 20 bilhões e os consertos, em alguns casos, vão demorar dois anos para serem realizados. O Governo da primeira-ministra Julia Gillard analisa a possibilidade de criar um imposto especial para bancar os custos.

    Leia tudo sobre: austráliaenchentesinundações

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG