Inundações na região sul do Laos deixam pelo menos 4 mortos

Bangcoc, 15 ago (EFE).- Pelo menos quatro pessoas morreram nas inundações e deslizamentos de terra ocorridos no sul do Laos, onde o rio Mekong atingiu seu nível mais alto dos últimos 100 anos, informaram fontes oficiais.

EFE |

Oficiais e voluntários civis construíram, com sacos de areia, um muro de 2,5 metros de altura para proteger a capital, Vientiane, da cheia.

O Mekong, que nasce nas geleiras do Tibete e termina a 4.350 quilômetros de distância, em um delta do sul do Vietnã, atingiu na última quarta-feira altura de 13,68 metros em Vientiane.

Até agora, o nível das águas do rio só tinha chegado em seu máximo a 12,38 metros (1966).

Os vizinhos Tailândia e Camboja, onde as altas são cruciais para a produção de arroz e a pesca, também estão ameaçados pelas cheias.

O Governo do Camboja pediu aos habitantes que moram perto do rio nas províncias de Kompong Cham, Kratie e Stung Treng que abandonem a região junto com suas famílias.

As chuvas também afetaram o Vietnã, onde as inundações causadas pela passagem da tempestade tropical "Kamuri", considerada a pior das últimas quatro décadas, deixaram pelo menos 120 mortos esta semana. EFE grc/fr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG