Inundações na Argentina deixam pelo menos 2.500 pessoas isoladas

Buenos Aires, 18 mai (EFE) - Pelo menos 2.500 pessoas permanecem isoladas na província argentina de Chaco por causa das inundações provocadas pelo transbordamento do rio Bermejo, que se estende até a Bolívia, informaram hoje fontes oficiais.

EFE |

Os afetados se encontram em uma região florestal com espécies diversas de flora e fauna situada cerca de mil quilômetros ao norte de Buenos Aires.

Fontes de Defesa Civil da província advertiram de que pelo menos 2.500 pessoas estão isoladas e outras cinco mil permanecem em potencial perigo, muitos deles membros de comunidades indígenas.

Por sua parte, trabalhadores municipais da zona continuavam com a construção de aterros e bolsões de areia para frear o avanço das águas.

A situação piorou na semana passada quando um homem de 43 anos morreu afogado em uma paragem da região, enquanto tentava resgatar seus animais do aumento do nível de água do rio. EFE ms/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG