O número de mortos das inundações que arrassaram Istambul e o noroeste da Turquia semana passada subiu para 37, com a descoberta do corpo de uma menina de dois anos nesta sexta-feira, segundo a agência de notícias Anatólia.

A criança foi arrastada pelas águas na cidade litorânea de Silivri, perto de Istambul, durante as violentas inundações de 8 e 9 de setembro.

O corpo foi encontro no mar por uma pescador, segundo a Anatólia.


Mulher observa estragos causados pela enchente na Turquia / AP

As tempestades, que começaram na última semana, destruíram pontes e estradas, inundaram centenas de domicílios em Tekirdag e Istambul, e mataram centenas de animais nas fazendas da região, além de arrastar muitos veículos ao mar.

Duas estradas internacionais que vão de Istambul à Grécia e Bulgária tiveram que ser fechadas temporariamente.

O presidente turco, Abdullah Gul, descreveu a situação como a "maior inundação da história de Istambul" e garantiu que todos os órgãos do governo estão trabalhando para superar os problemas.

* Com AFP e EFE

Leia mais sobre: inundações

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.