Inundações atingem nordeste da Austrália e prejuízo já soma US$ 1 bi

O Escritório de Meteorologia prevê a piora da situação nas próximas horas

EFE |

Praticamente todo o nordeste da Austrália vem sofrendo os efeitos das piores inundações na região em décadas, que deixaram vários povoados alagados pelas enchentes e obrigaram a evacuação de mais de mil pessoas.

Jono Searle/AFP
A água cobre as ruas de cidades inteiras no Nordeste da Austrália
O Escritório de Meteorologia prevê a piora da situação nas próximas horas, com a água inundando centenas de lares, e por isso recomendou que os habitantes da região evitem as zonas baixas.

Nove helicópteros Black Hawk do Exército que evacuaram 300 habitantes de Theodore nesta terça-feira continuaram hoje o trabalho em Emerald, no interior, e em Bundaberg, no litoral do estado de Queensland.

Algumas comunidades sofreram as piores inundações em 50 anos, e Chinchilla e Dalby, que nesta terça-feira foram declaradas zonas de catástrofe, têm água potável apenas para os próximos dois dias.

A mesma advertência vale para vários povoados da região, como Wowan, Warwick, Mundubbera, Gayndah, Alpha, Jericho, Pittsworth, Grantham, Killarney e Allora. As inundações também provocaram o fechamento de partes de diversas estradas na zona.

Segundo as autoridades australianas, as enchentes levarão a prejuízo de mais de US$ 1 bilhão, sendo mais de US$ 600 milhões com infraestrutura.

Os meteorologistas acreditam as chuvas seguirão nos próximos dias, mas de forma mais moderada. Ainda assim, muitas regiões deverão seguir inundadas por pelo menos duas semanas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG