Tamanho do texto

Beirute, 2 out (EFE).- Um menor morreu no norte do Líbano e 60 pessoas tiveram que ser atendidas com sintomas de intoxicação por comer conservas em mau estado, segundo informou hoje a Agência Nacional de Notícias (ANN) libanesa.

As autoridades ordenaram imediatamente uma investigação para saber a origem da contaminação alimentícia, e enviaram equipes médicas para assistir as vítimas.

O deputado do norte do Líbano Azzam Dandachi, que visitou os doentes, viu motivos políticos por trás do fato e o qualificou como uma tentativa de envenenamento coletivo.

O legislador, do grupo Futuro, liderado por Saad Hariri, vinculou a intoxicação aos recentes atentados cometidos no norte do país entre grupos políticos rivais. EFE ks/an