Interpol recebe mais de 200 pistas de pedófilo procurado na internet

Paris, 7 mai (EFE).- A Interpol (polícia internacional), que nesta terça-feira pediu ajuda para identificar e localizar um pedófilo que aparece em imagens na internet, disse hoje que já recebeu mais de 200 pistas de potenciais nomes, localizações e fotografias do suspeito.

EFE |

Em comunicado, a Interpol destacou que todas estas informações estão sendo avaliadas e analisadas.

"A reação a nosso pedido foi global", destacou Kristin Kvigne, responsável pela unidade da Interpol dedicada à luta contra o tráfico de seres humanos.

Kvigne deixou claro que qualquer informação de qualquer parte do mundo, por menor que seja, poderia ser "crucial" para identificar o suspeito.

O homem, cuja identidade e nacionalidade são desconhecidas, aparece em cerca de 100 imagens de uma série de 800 que se acredita terem sido tiradas no Sudeste Asiático, e que mostram o abuso sexual de pelo menos três crianças com idades entre seis e dez anos, segundo a Interpol.

A Interpol divulgou várias fotografias do homem, branco, tiradas entre 2000 e 2001.

Esta é a segunda vez que a Interpol pede ajuda aos cidadãos para tentar identificar e localizar um suspeito de pedofilia.

No ano passado, a organização lançou a operação Vico, que permitiu a detenção do canadense Christopher Paul Neil, atualmente preso na Tailândia acusado de abusar de crianças. EFE al/wr/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG