Interpol ordena prisão de dirigente opositor venezuelano (Polícia)

A Interpol emitiu um mandado de prisão contra o dirigente opositor Manuel Rosales, acusado de corrupção e que atualmente solicita asilo no Peru, informou nesta quinta-feira o diretor da Polícia Científica da Venezuela, Wilmer Flores.

AFP |

O oficial da Polícia ressaltou que depois da inclusão do mandado de prisão no sistema da Interpol, as autoridades venezuelanas trabalham agora para que seja dada à detenção de Rosales uma "difusão vermelha", o alerta máximo dos serviços de segurança no mundo.

A justiça venezuelana emitiu na quarta-feira um mandado de prisão contra Rosales, que devia ter se apresentado no dia 20 de abril a um tribunal de Caracas que iria decidir se aguardava em liberdade ou em prisão preventiva seu julgamento por suposto enriquecimento ilícito, crime que vale uma pena de entre três e dez anos de prisão.

Rosales, candidato a presidente em 2006 e atual prefeito de Maracaibo (oeste), está em Lima onde aguarda uma resposta do governo peruano a uma solicitação de asilo político feita esta semana.

jt/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG