Interpol lança apelo global para identificar pedófilo

A Interpol lançou um apelo global para que o público a ajude a identificar um homem acusado de abusar sexualmente de três meninos. A organização internacional de polícia, com sede em Lyon, divulgou imagens do suposto pedófilo após ter passado dois anos tentando identificá-lo, sem sucesso.

BBC Brasil |

"Nós fizemos o possível para encontrar este homem, que claramente representa um perigo para crianças", disse o secretário-geral da agência, Ronald Noble, em comunicado.

"Agora estamos pedindo ao público que nos ajude a identificá-lo e a proteger outras vítimas potenciais."
A Interpol iniciou as buscas após descobrir fotos que mostram o suposto pedófilo molestando três garotos.

As imagens foram encontradas no computador de um homem capturado na Noruega e posteriormente condenado por pedofilia.

Segundo as investigações, as imagens teriam sido capturadas no sudeste da Ásia entre 2000 e 2001.

As fotos divulgadas pela Interpol mostram um homem branco, em torno dos 50 anos, com cabelo grisalho.

"As imagens mostram pelo menos três crianças sendo vítimas de abusos, mas pode haver mais", disse Kristin Kvigne, da divisão de tráfico de pessoas da Interpol.

Kvigne pediu que as pessoas entrem em contato com a polícia caso reconheçam o homem e que não tomem qualquer atitude contra ele.

Em uma iniciativa semelhante, em outubro do ano passado, a Interpol lançou um apelo global para que o público a ajudasse a identificar um suposto pedófilo.

O homem aparecia em cerca de 200 imagens abusando de 12 meninos. Dez dias depois, a polícia tailandesa conseguiu identificar e prender Christopher Paul Neil, um professor de inglês canadense de 32 anos.

Neil, que nega as acusações, está preso e deve ser julgado em junho.

Leia mais sobre: pedofilia

    Leia tudo sobre: pedofilia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG