Interpol emite alerta vermelho contra deputado mexicano envolvido com tráfico

Julio César Godoy Toscano foi destituído do cargo esta semana

EFE |

México - A Interpol emitiu nesta sexta-feira um alerta vermelho de busca e captura internacional contra o ex-deputado mexicano Julio César Godoy Toscano, investigado por supostas ligações com o narcotráfico, informou à Agência Efe uma fonte da Procuradoria Geral da República. Godoy Toscano foi destituído do cargo de deputado esta semana após a sentença de uma comissão parlamentar e de uma votação no plenário da Câmara.

Por temer que o ex-parlamentar abandonasse o país, as autoridades mexicanas solicitaram a colaboração internacional para detê-lo. Esta é a segunda vez que o Governo mexicano busca Godoy Toscano, que foi reclamado pela procuradoria do país no ano passado. Na ocasião, o ex-deputado era procurado por supostas ligação com o cartel La Família, um dos mais violentos do México, mas conseguiu se esconder por mais de um ano.

A história de Godoy Toscano centrou nos últimos meses a atenção da opinião pública do México, após sua reaparição em setembro e o subterfúgio que lhe permitiu voltar à Câmara dos Deputados para tomar posse de sua cadeira e obter imunidade. Original do sulista estado de Michoacán, sede do La Família, e meio irmão do governador, o ex-deputado inicialmente rejeitou as acusações, apoiado por influentes membros da esquerda, que davam o assunto por perseguição política.

No entanto, após o vazamento à imprensa de uma conversa sua com um dos líderes da organização criminosa e a solicitação da procuradoria para derrubar sua imunidade, Godoy Toscano se viu forçado a explicar suas ligações com o cartel e a origem das elevadas somas de dinheiro em seu poder.

    Leia tudo sobre: méxiconarcotráficoviolênciainterpol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG