Interpol detecta rede internacional de venda ilegal de remédios pela internet

Paris, 13 nov (EFE).- A Interpol (Polícia internacional) anunciou hoje a detenção de várias pessoas e a apreensão de remédios potencialmente perigosos, em uma operação internacional contra a venda ilegal de produtos farmacêuticos pela internet.

EFE |

Essa é uma operação inédita, realizada em colaboração com a Organização Mundial da Saúde (OMS) e batizada como Pangea, afirma a organização policial internacional, com base na cidade francesa de Lyon.

Esta operação era destinada às "farmácias de internet" que vendem ao público remédios que precisam de receita médica e contra as que vendem produtos médicos sem ter autorização para isso, acrescenta a nota.

"Comprar remédios em páginas de internet ilegais traz riscos significativos", alertou Jean-Michel Louboutin, um dos responsáveis da Interpol.

Esse tipo de produto não contém, em muitos casos, os ingredientes ativos que deveriam e o lucro de sua venda costuma ser destinada para o "crime organizado", acrescentou.

A operação continua aberta em diferentes países, nos quais foram identificados locais comerciais e residências privados vinculados às páginas de internet de venda ilegal. EFE pi/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG