seria estúpido usar outro nome - Mundo - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Integrantes do Queen dizem que seria estúpido usar outro nome

Santiago do Chile, 18 nov (EFE).- O guitarrista Brian May e o baterista Roger Taylor, dois dos componentes originais do Queen, defenderam em Santiago a manutenção do nome que levou a banda a fama há mais de 30 anos, com Freddie Mercury, embora acrescido como Queen e Paul Rodgers, adicionando o nome do atual vocalista, ex-Free e Bad Company.

EFE |

"Seria estúpido fazer a turnê com outro nome", afirmou Taylor, em declarações publicadas hoje no jornal chileno "La Nación", e acrescentou: "Passamos a metade de nossa vida com o nome Queen. Não vamos mudar isso".

A banda inglesa apresentará amanhã em Santiago seu novo disco, "The Cosmos Rocks", o primeiro desde a morte de Freddie Mercury, em 1991, e também se apresentará no Rio de Janeiro e em São Paulo no final do mês.

Paul Rodgers admitiu que o legado de Freddie Mercury à frente do Queen "é insuperável" e foi taxativo ao afirmar que "ninguém nunca poderá substituir Freddie".

"O que fazemos é unir forças, e o sentimento que surgiu quando nos juntamos foi muito poderoso. Por isso estamos aqui agora", disse Rodgers.

Os artistas prometeram rock e espetáculo para sua primeira apresentação no Chile, onde receberam o reconhecimento do público após alcançar 500 mil cópias vendidas no país, incluindo a discografia completa da banda.

"Cada show é especial, mas obviamente não vamos revelar as surpresas agora. Sempre buscamos pequenos detalhes para que se perceba que estamos tocando em Santiago e não em Londres", afirmou Brian May.

"É simplesmente um show de rock, e as músicas que tocaremos são as que gostamos", acrescentou Rodgers, que além de hits do Queen, como"We Will Rock You" e "Radio Ga Ga" também costuma cantar músicas do Free, como o sucesso "All Right Now". EFE gs/wr/jp

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG