Insurgentes matam 15 e tomam 8ª cidade na Somália

Insurgentes islâmicos mataram pelo menos 15 pessoas e tomaram hoje a oitava cidade da Somália em poucos meses. Eles conquistaram Adado, cidade no centro do país, na região de Galgudud, segundo moradores e um porta-voz da milícia.

Agência Estado |

Dezesseis pessoas ficaram feridas na ação. "Nossos combatentes ocuparam a cidade e tomaram posse de 11 caminhões que continham armas, além de queimarem vários outros", disse o xeque Muqtar Robow, um porta-voz do Al-Shabab.

O Al-Shabab, ou "a juventude", é o braço militar do Conselho das Cortes Islâmicas. O Departamento de Estado dos Estados Unidos considera o Al-Shabab uma organização terrorista. O Conselho das Cortes Islâmicas foi derrotado em combates ocorridos em dezembro de 2006, pelas forças do governo, apoiado pelo Ocidente, e por tropas etíopes. Agora, se reagrupou e periodicamente tem realizado investidas em vários pontos do país.

"O combate começou às 6 da manhã (hora local), perto de postos de controle localizados fora da cidade. Em seguida, se espalharam pela cidade", disse Gedi, um morador de Adado. A versão foi confirmada por outros dois residentes. Adado fica 660 quilômetros ao norte da capital, Mogadiscio.

A Somália não tem um governo central desde 1991, quando senhores de guerra depuseram o presidente Mohamed Siad Barre e passaram a lutar entre si. O país está repleto de armas e ataques a funcionários de organizações humanitárias têm aumentado recentemente.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG