Insurgentes e soldados morrem em combates em área tribal paquistanesa

Islamabad, 11 jan (EFE).- Pelo menos 40 fundamentalistas e seis soldados do Paquistão morreram durante um ataque de centenas de insurgentes contra um acampamento em uma área tribal paquistanesa fronteiriça com o Afeganistão, informou à Agência Efe uma fonte militar.

EFE |

Cerca de 600 insurgentes atacaram esta manhã um forte militar na área de Safi, situado na agência tribal de Mohmand, um dos núcleos de atividade dos fundamentalistas talibãs e Al Qaeda, segundo disse à Efe por telefone o tenente-coronel paquistanês Basir Haider.

As tropas responderam ao ataque e mataram cerca de 40 insurgentes, enquanto seis soldados perderam a vida durante o confronto.

"O combate durou várias horas mas a situação está sob controle.

Os agrassores fugiram", assegurou Haider.

O canal "Geo TV" tinha informado da morte de outros cinco soldados em um segundo ataque insurgente contra um posto de controle na área de Lakro, mas Haider negou que esse enfrentamento tenha acontecido.

As tropas iniciaram agora tarefas de rastreamento para localizar os agressores, entre os quais, segundo o tenente-coronel, havia combatentes estrangeiros. EFE igb-daa/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG