Insurgência talibã condena atentado em Kandahar e nega participação

Cabul, 26 ago (EFE).- A insurgência talibã afegã condenou hoje energicamente o atentado com carro-bomba registrado na terça-feira na cidade de Kandahar, no qual 43 pessoas perderam a vida, e negou sua participação no ataque.

EFE |

"Nossas forças não estiveram envolvidas no ataque de ontem à noite na cidade de Kandahar, que matou dezenas de pessoas de nosso povo inocente. Condenamos energicamente este ataque mortífero", disseram os insurgentes, em comunicado divulgado em um site utilizado pelos talibãs.

Pelo menos 43 pessoas morreram ontem à noite e 65 ficaram feridas no atentado com carro-bomba no município, capital da província homônima, segundo o Ministério do Interior afegão.

Em comunicado, o ministério afirmou que um veículo com explosivos explodiu às 19h10 de ontem (11h40 de Brasília) perto de um hotel no distrito número dois de Kandahar, antigo reduto da insurgência talibã, que tem uma grande presença nessa província.

O atentado coincidiu com o anúncio dos primeiros resultados parciais das eleições presidenciais realizadas na semana passada no Afeganistão, que concedem uma ligeira vantagem ao atual presidente, Hamid Karzai. EFE lo-mb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG