Washington, 19 jul (EFE).- O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, disse hoje que é preciso esperar as 72 horas propostas pelo presidente costarriquenho, Oscar Arias, para achar uma saída à crise em Honduras.

EFE cae/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.