Washington, 21 set (EFE).- O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, fez hoje um pedido de calma em Honduras após o retorno do presidente deposto Manuel Zelaya.

Em comunicado, Insulza confirmou que Zelaya está hospedado na Embaixada do Brasil em Tegucigalpa, para onde retornou pela primeira vez após o golpe de estado de 28 de junho, que provocou sua saída do país.

Para Insulza, as "autoridades do Governo de fato precisam assumir a responsabilidade da segurança do presidente Zelaya e da embaixada do Brasil." A OEA convocou para hoje, às 17h30 (Brasília), uma reunião extraordinária para analisar a situação de Honduras. EFE pgp/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.