Insulza pede a governo de fato hondurenho proteção para Zelaya

O secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, pediu nesta segunda-feira ao governo de fato de Honduras que garanta a segurança de Manuel Zelaya e da embaixada do Brasil, onde se encontra refugiado o presidente deposto.

AFP |

"O presidente constitucional de Honduras, José Manuel Zelaya, se encontra em Tegucigalpa hospedado na embaixada do Brasil. Quero fazer um apelo à calma aos atores envolvidos neste processo e assinalar às autoridades do governo de fato que devem ser responsáveis pela segurança do presidente Zelaya e da embaixada do Brasil", afirma o comunicado.

Fontes da OEA consultadas por AFP não puderam confirmar ou desmentir se Insulza pretende mesmo ir a Honduras em breve, como assegurou em Tegucigalpa o próprio Zelaya.

O conselho permanente da OEA convocou uma reunião extraordinária nesta segunda-feira, às 16H30 local (17H30 de Brasília) para debater a crise em Honduras, depois da informação de que o presidente destituído Manuel Zelaya retornou a Tegucigalpa.

str/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG