O secretário geral da OEA, José Miguel Insulza, destacou nesta sexta-feira que as autoridades instaladas em Honduras não têm qualquer intenção de reverter a situação e restituir o presidente deposto, Manuel Zelaya, como exige a comunidade internacional.

af/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.