Insulza e Raúl Castro analisam participação de Cuba no sistema regional

Washington, 17 dez (EFE).- O presidente cubano, Raúl Castro, e o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, se reuniram nesta quarta-feira no Brasil para discutir a entrada de Cuba no Grupo do Rio e a postura de Havana na organização interamericana, disseram hoje à Agência Efe fontes diplomáticas.

EFE |

O encontro, que não foi noticiado oficialmente, aconteceu durante a Cúpula da América Latina e o Caribe, que aconteceu na Costa do Sauípe, na Bahia, explicaram as fontes.

"Eles discutiram sobre a conveniência de Cuba se reintegrar ao sistema interamericano", disse uma das fontes.

A conversa, que durou mais de meia hora, aconteceu em uma sala de reuniões do complexo hoteleiro onde aconteceram as cúpulas na Costa do Sauípe.

O titular da OEA e Raúl trocaram opiniões sobre a importância da entrada de Cuba em uma instância de diálogo regional como o Grupo do Rio.

Na reunião, o líder cubano teria dito Insulza que não está interessado em retornar à organização interamericana, mas que conhece a postura do secretário-geral sobre o assunto e que está disposto a conversar com ele, independentemente de seu cargo no organismo.

A participação de Cuba na OEA foi suspensa em 1962 por causa de uma resolução aprovada na Oitava Reunião de Consulta de ministros das Relações Exteriores do organismo nesse mesmo ano.

O secretário-geral é favorável à volta de Cuba à OEA e reiterou em várias ocasiões sua postura em fóruns internacionais. EFE cae/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG