Instituto dinamarquês anuncia consulta sobre mudança climática no Brasil

Copenhague, 23 mar (EFE).- O Conselho de Tecnologia e o Instituto de Cultura da Dinamarca anunciaram hoje que farão uma consulta popular para que cidadãos de todo o mundo apresentem ideias para a cúpula climática mundial que acontecerá em dezembro em Copenhague, e incluíram o Brasil na iniciativa.

EFE |

O referendo, que será realizado em 26 de setembro, tratará sobre algumas das questões que serão negociadas na cúpula, agrupadas em três áreas temáticas: metas de política climática, distribuição de responsabilidades e mecanismos de política do clima.

A iniciativa, batizada de WWViews, foi concebida como uma aliança global de indivíduos e instituições, incluindo agências governamentais, ONGs e universidades de 44 países, entre eles, Brasil, China, Índia, Rússia, Indonésia, Estados Unidos, Alemanha, França e Reino Unido.

O Observatório do Clima do Centro de Estudos e Sustentabilidade da Fundação Getulio Varga (GVces) confirmou participação no projeto, ao lado da Liga de Defesa do Meio Ambiente (Lidema) da Bolívia, o Centro Shalom do Chile, a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO) da Costa Rica e a ONG uruguaia Simurg.

Cada uma das consultas nacionais incluirá cerca de 100 cidadãos que representarão a diversidade demográfica regional e que deverão iniciar um diálogo dirigido a responder um formulário de perguntas idêntico.

Os participantes votarão sobre questões concretas e apresentarão propostas que serão distribuídas pela internet e serão enviadas aos participantes da cúpula de Copenhague, onde é esperada a assinatura de um novo acordo que substitua o Protocolo de Kioto, que expira em 2012. EFE alc/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG