Instalações do Exército brasileiro são atingidas por tremor no Haiti, diz ministério

PORTO PRÍNCIPE - O terremoto de 7 graus de magnitude ocorrido no Haiti atingiu instalações brasileiras no país, segundo nota divulgada pelo Ministério da Defesa.

iG São Paulo |

De acordo com o comandante do Exército, Enzo Martins Peri, alguns locais utilizados pelo Exército sofreram danos materiais, porém um balanço só poderá ser feito na quarta-feira.

O ministro Nelson Jobim pediu que os militares brasileiros que estão no Haiti ajudem a população local e "façam todo o esforço possível" para reduzir o sofrimento dos haitianos.

O Brasil comanda cerca de 7 mil soldados da força de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no Haiti, enviada ao país em 2004, e tem 1.266 homens na região.

O terremoto que atingiu o Haiti teve 7 graus de magnitude e foi seguido por outros tremores. Um alerta de tsunami chegou a ser emitido para Haiti, Bahamas, Cuba e República Dominicada, mas foi retirado pouco depois. O epicentro do tremor foi localizado dentro do território haitiano, a cerca de 16 quilômetros da capital, e teve profundidade de apenas 10 quilômetros.

O Palácio Nacional, o Parlamento, a Catedral e vários outros prédios de Porto Príncipe, capital do Haiti, também foram danificados. Segundo o embaixador haitiano nos Estados Unidos, Raymond Alcide Joseph, o presidente René Préval, e a primeira-dama, Elisabeth Debrosse Delatour, estão a salvo.

Leia mais sobre terremoto

    Leia tudo sobre: haitinelson jobim

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG