Inspetor da AIEA vai ao Irã para verificar supostos estudos militares

Viena, 18 abr (EFE).- O inspetor chefe da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Olli Heinonen, viajará para Teerã na próxima semana para tentar obter respostas sobre as alegações de serviços secretos ocidentais sobre supostos estudos militares secretos com fins nucleares por parte do Irã.

EFE |

"Uma equipe dirigida por Olli Heinonen viajará para Teerã no início da próxima semana para se reunir com funcionários iranianos sobre os supostos estudos", assinalou a porta-voz da AIEA, Melissa Fleming, em comunicado emitido hoje.

Em seu último relatório técnico sobre o Irã, o diretor-geral da agência nuclear da ONU, Mohamed ElBaradei, assegurou que as novas alegações, apresentadas à AIEA pelos Estados Unidos e outros países, lhe causam "grande preocupação".

A agência estatal iraniana "Irna" afirma hoje em seu site, citando fontes anônimas, que a visita está sendo feita para fomentar a cooperação entre Teerã e AIEA e, embora não negue que esteja sendo falado sobre "supostos estudos", indica que o Irã qualifica a questão como liquidada.

As acusações estão relacionadas com o chamado "Green Salt Project" (Projeto Sal Verde), supostos estudos secretos iranianos centrados no processamento de urânio, experimentos com explosivos de grande potência - necessários para desencadear a reação em cadeia de uma explosão nuclear - e projetos de mísseis balísticos com corpos de reentrada na atmosfera.

Os EUA e a União Européia (UE) temem que o Irã esteja utilizando seu programa nuclear civil como um guarda-chuvas para desenvolver a bomba atômica. EFE ll/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG