Tamanho do texto

Cabul, 18 jun (EFE).- Dois soldados do Exército afegão e cerca de 20 supostos insurgentes morreram nos primeiros combates após o início hoje da operação militar lançada por tropas afegãs e pela Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), no sul do país.

Os dois militares morreram, junto com três talibãs, em um tiroteio no distrito de Arghanbad, enquanto outros 20 morreram em um bombardeio da aviação da Otan, informou hoje o Ministério da Defesa afegão.

Segundo o ministério, entre os supostos insurgentes havia combatentes estrangeiros.

Até agora, a Isaf tinha informado que os confrontos eram de pouca importância.

As autoridades afegãs ordenaram a mobilização de milhares de soldados para combater os insurgentes, cujas forças são estimadas em várias centenas.

O Exército afegão e as tropas da Isaf iniciaram hoje em Arghanbad uma ofensiva para combater os talibãs que tinham tomado o controle de cinco localidades próximas à cidade de Kandahar.

As localidades caíram nas mãos dos rebeldes depois que, na sexta-feira passada, um grupo insurgente atacou a principal prisão da cidade de Kandahar e libertou cerca de 900 presos, entre eles pelo menos 350 supostos insurgentes. EFE lo/an