Ingrid Betancourt renuncia a indenização oferecida pela França

Ex-refém das Farc renunciou a reparação oferecida pelos seis anos que passou em cativeiro

AFP |

A ex-refém da guerrrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Ingrid Betancourt, renunciou a uma indenização proposta pela França por seus seis anos de cativeiro, depois de retirar na última terça-feira uma solicitação de reparação por seu sequestro.

Ingrid Betancourt "renunciou à oferta do Fundo de Garantia às Vítimas e agradeceu ao Estado francês por ter reconhecido generosamente seu direito à reparação", informou a assessoria de imprensa da ex-refém, em comunicado.

"Depois de desistir de uma solicitação de indenização na Colômbia, Ingrid Betancourt quer fazer o mesmo com a França, que a apoiou fortemente durante os seis anos de seu sequestro e desde sua libertação", completou a nota.

A ex-refém das Farc, alvo de críticas por sua aspiração em receber uma indenização de US$ 8 milhões do Estado colombiano por seu sequestro, retirou o pedido na terça-feira.

    Leia tudo sobre: Ingrid betancourtfarc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG