Ingrid Betancourt recebe na Itália o prêmio Mulheres pela Solidariedade

Roma, 4 set (EFE).- A franco-colombiana Ingrid Betancourt terminou hoje sua visita à Itália após visitar Pisa (centro do país), onde recebeu o prêmio Mulheres pela Solidariedade.

EFE |

Este prêmio se junta às várias homenagens dedicadas à ex-refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) nestes quatro dias de viagem à Itália, onde visitou também Roma e Florença, e se reuniu com o papa Bento XVI.

"Prestamos homenagem a uma mulher testemunha da democracia e da paz, e que encarna o símbolo da determinação das mulheres de não se entregar nunca, mesmo nas condições mais extremas", disse o prefeito de Pisa, Marco Filippeschi, durante um ato realizado perto da famosa torre inclinada.

Assim como os prefeitos de Roma, Gianni Alemanno, e de Florença, Leonardo Domenici, Filippeschi anunciou seu apoio à candidatura de Betancourt ao Prêmio Nobel da Paz.

Durante o ato, Betancourt disse que, na Itália, recebeu de todas as pessoas que encontrou "grandes demonstrações de afeto", que foram como "apoiar um ramo de flores no coração".

O dia de Betancourt em Pisa continuou com uma visita ao complexo monumental da Praça dos Milagres, com o arcebispo da cidade, Giovanni Paolo Benotto, como guia.

A etapa italiana de Betancourt é o começo da atividade que anunciou ser seu futuro: dar "voz aos que não têm" no mundo todo e pedir insistentemente a libertação dos que continuam nas mãos das Farc, para que ninguém se esqueça deles. EFE ccg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG