Ingrid Betancourt é candidata ao Prêmio Príncipe de Astúrias da Concórdia

Oviedo (Espanha), 3 jul (EFE).- A ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt, libertada nesta quarta-feira pelo Exército colombiano após ter ficado refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) desde 2002, é candidata ao Prêmio Príncipe de Astúrias da Concórdia 2008, que será concedido em setembro na cidade espanhola de Oviedo.

EFE |

Personalidades e instituições de todo o mundo propuseram para este prêmio a política franco-colombiana e as reféns anteriormente libertadas Clara Rojas e Consuelo González de Perdomo.

Firme defensora da liberdade e dos direitos humanos, durante sua carreira política, Ingrid Betancourt dirigiu seus esforços ao impulso da democracia e da justiça social, e à luta contra a corrupção, o narcotráfico e a violência, em busca de um futuro diferente e mais promissor para os jovens da Colômbia.

As entidades e personalidades que colocaram sua candidatura estão solicitando adesões à proposta, ao considerar as três mulheres como um símbolo da luta pelos direitos humanos e os rostos mais visíveis dos mais de 3 mil seqüestrados que continuam sob poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

O cineasta Woody Allen, a ex-presidente da República da Irlanda Mary Robinson e o ex-presidente colombiano Belisario Betancur já enviaram à Fundação Príncipe de Astúrias seu apoio à candidatura de Betancourt. EFE lm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG