Quito - A franco-colombiana Ingrid Betancourt, que foi refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) durante seis anos, chegou a Quito para se reunir nesta segunda-feira com o presidente equatoriano Rafael Correa.

Betancourt chegou da Colômbia na noite deste domingo ao Equador em um vôo comercial com um atraso de mais de duas horas, em uma das escalas de sua viagem por vários países latino-americanos para agradecer os governantes da região que clamaram por sua libertação.

Segundo a agenda presidencial, o presidente Correa receberá em audiência a ex-refém das Farc às 12h30 (15h30 de Brasília) no palácio de Carondelet, sede do Executivo, no centro histórico de Quito.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.