Inglês se finge de morto para escapar de ataque de elefante

O inglês Jonathan Sykes, ferido por um elefante, se fingiu de morto para escapar do ataque durante férias no Quênia. Sykes, de 24 anos, estava acompanhado de um guia e outros oito turistas, quando o animal atacou.

BBC Brasil |

Quando foi pego pelo elefante, disse ele, "me joguei e me enrolei em posição fetal, esperando que ele me deixasse em paz".

Durante o ataque, o elefante feriu a perna de Sykes, que perdeu mais de dois litros de sangue.

Sykes havia acabado de chegar ao acampamento quando o guia sugeriu a ele e outros turistas que fossem ver o elefante, que estava ali perto.

Eles viram o animal, que em seguida desapareceu nos arbustos. "Começou um barulho atrás dos arbustos e ele veio correndo para fora, basicamente me atacando", disse Sykes.

"Foi muito estranho, várias decisões foram tomadas em minha cabeça muito rápido", diz ele. "Decidi correr para o lado e comecei a correr em zigue-zague porque, como o elefante é maior, não pode se virar tão rápido com um humano".

Os elefantes podem chegar a velocidade de até 40 km por hora e Sykes disse que o animal o alcançou depois de correr cerca de 20 metros.

Sykes precisou levar vários pontos na perna e ainda tem que andar com a ajuda de muletas, mas segundo os médicos, deve se recuperar totalmente.

"Não posso culpar o elefante pelo que ele fez", disse ele. "Só não vou chegar tão perto deles no futuro."

Leia mais sobre: elefantes

    Leia tudo sobre: animaiselefantequênia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG