Informantes afegãos da CIA são pagos com Viagra

Pílulas de Viagra estão na lista de presentes oferecidos pela CIA aos chefes militares afegãos em troca de informações, revelou o jornal The Washington Post na edição desta sexta-feira.

AFP |

A agência federal de inteligência americana propõe "tudo o que possa permitir fazer amigos e influenciar pessoas", declarou um agente da CIA que trabalha no Afeganistão, citado pelo jornal, sem ser identificado.

A CIA, que sempre pagou pelas informações recebidas, começou a oferecer presentes cada vez mais curiosos, como canivetes, brinquedos, mobiliário escolar, vistos de viagem, tratamentos médicos, que incluem cirurgias, e até mesmo Viagra, medicamento conhecido por seu efeitos contra a impotência sexual, escreve o WP.

Os chefes militares locais são, às vezes, de mais idade e podem ter até quatro mulheres, e o Viagra lhes permite "reafirmar sua autoridade", justificou outro agente da CIA, também sob anonimato.

De acordo com o jornal, presentes mais comuns, como dinheiro e armas, podem ter um efeito colateral indesejado: as armas podem cair em mãos erradas, e um enriquecimento súbito pode chamar atenção.

Já quatro caixas de Viagra mudaram a atitude de um influente chefe militar afegão, na faixa dos 60, até então bastante desconfiado em relação aos americanos.

"Ele veio nos ver todo contente", disse um agente ao Post. "E depois disso, nós podíamos fazer o que quiséssemos em sua área", acrescentou.

Leia mais sobre: CIA - Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistãocia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG