Inflação anual na eurozona chega a 3,7% em maio

A inflação na zona do euro bateu recorde e chegou a 3,7% em maio em relação a um ano antes, uma aceleração em relação ao índice anual de 3,3% registrado em abril. O número é o mais alto desde 1996, quando o departamento oficial de estatísticas, o Eurostat, começou a usar a atual metodologia para cálculo da inflação.

BBC Brasil |

Segundo o Eurostat, os principais responsáveis pela elevação dos preços foram os alimentos, que subiram 6,4%, e os transportes, que registraram alta de 5,9%.

O setor de habitação também registrou alta, de 5,7%.

As estatísticas oficiais para os 15 países que adotam a moeda comum mostram que um ano antes a taxa anual de inflação era de 1,9%.

Em toda a União Européia, incluindo os países que não fazem parte da eurozona, a taxa anual de inflação em maio foi ainda mais alta: 3,9%.

Analistas temem que o aumento dos preços se acelere, o que poderia levar o Banco Central Europeu (BCE) a elevar os juros para conter a inflação.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG