Rio de Janeiro, 20 mai (EFE).- O Brasil precisará investir pelo menos US$ 5 bilhões entre 2009 e 2011 na indústria de bens e serviços para o setor de petróleo e gás, com o objetivo de atender o substancial crescimento que se espera da produção no país.

A previsão foi feita hoje pelo diretor de planejamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), João Carlos Ferraz, em seminário no Rio de Janeiro.

O milionário mercado para contratistas do setor foi aberto principalmente pela Petrobras, que se prepara para explorar as reservas do pré-sal.

"A necessidade de equipamentos é monumental. Nossa indústria tem que se adequar inclusive para que os índices de conteúdo nacional dos projetos possam ser elevados", assinalou Ferraz.

Segundo ele, serão necessários investimentos principalmente nas atividades mais relacionadas com a extração de petróleo em águas profundas, como produção de encanamentos submarinos, equipamentos de automatização e plataformas marinhas.

Ferraz apontou que o Brasil atenderá entre 20% e 25% da demanda mundial prevista para o setor off-shore de petróleo nos próximos anos.

O diretor do BNDES disse que os estaleiros nacionais precisam resolver seus problemas logísticos, já que sua área somada de 3,5 milhões de metros quadrados equivale à de apenas uma unidade sul-coreana. EFE cm/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.