Indonésios pedem abertura da fronteira para envio de ajuda e combatentes

Jacarta, 7 jan (EFE).- Uma manifestação de muçulmanos em Jacarta pediu hoje ao Egito que abra sua fronteira com a Faixa de Gaza para poder enviar ajuda humanitária e mujahedin (combatentes islâmicos) aos palestinos, diante da ofensiva de Israel, que deixou cerca de 600 mortos e 2,6 mil feridos.

EFE |

O protesto, organizado por um grupo radical, reuniu cerca de 100 indonésios diante das representações diplomáticas americana, egípcia e palestina na capital indonésia.

Desde o início da ofensiva israelense contra o movimento islâmico Hamas, em 27 de dezembro, as manifestações de protesto contra Israel ocorrem quase diariamente na Indonésia, o país onde habita a comunidade muçulmana mais numerosa do mundo, formada por 90% dos 230 milhões de habitantes.

Filipinas, Malásia e Tailândia são outras nações do Sudeste Asiático onde grupos muçulmanos foram às ruas para condenar a ofensiva israelense. EFE ind/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG