A polícia indonésia invadiu na manhã desta quinta-feira uma casa que abrigava supostos militantes islâmicos radicais, no centro da ilha de Java, matando cinco pessoas, informou a imprensa local.

Explosões e tiros foram ouvidos procedentes da casa, invadida por policiais de elite no subúrbio da cidade de Solo.

"Gritos de "Allahu Akbhar" (Alá é grande) se misturaram ao barulho das explosões.

O correspondente da AFP viu três corpos sendo retirados da casa mas a TV local garante que o ataque deixou cinco mortos, além de um policial ferido.

jri/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.