Indonésia extradita quatros suspeitos de ataques a líderes do Timor-Leste

Jacarta, 5 mai (EFE).- A Indonésia extraditou nesta segunda-feira para o Timor-Leste quatro suspeitos de ter feito parte nos ataques frustrados do dia 11 de fevereiro contra o presidente, José Ramos Horta, e o primeiro-ministro, Xanana Gusmão.

EFE |

Fontes policiais citadas pela agência indonésia "Antara" disseram que os quatro, detidos há duas semanas, foram vistos quando subiam algemados a um avião em direção a Bali, de onde voarão para Díli para ser julgados por tentativa de assassinato.

Ramos Horta ficou ferido no atentado no qual perdeu a vida o militar descrente Alfredo Reinado, enquanto Gusmão saiu ileso do ataque contra seu veículo oficial. EFE jpm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG