Indonésia acha que terrorista Noordin Mohammed Top está no país

Jacarta, 26 ago (EFE).- Os serviços de inteligência da Indonésia acham que o terrorista Noordin Mohammed Top, o mais procurado do Sudeste Asiático e suposto cérebro de quase todos os grandes atentados cometidos no arquipélago na última década, está escondido no país, informou hoje a imprensa nacional.

EFE |

O subdiretor da Agência Estatal de Inteligência indonésia, Assad Said Ali, disse que a informação solicitada indica que o líder islamita se escondeu em algum lugar, depois das duas bombas que explodiram no mês passado em diferentes hotéis de Jacarta, que mataram nove pessoas, segundo a agência de notícias "Antara".

"Acho que Noordin Top ainda está na Indonésia. Será detido então", afirmou Assad Said Ali, e confiou na cooperação da sociedade civil com as forças de segurança para poder prender o terrorista.

Estas declarações coincidiram com o anúncio pela Polícia da detenção da pessoa que supostamente conseguiu o financiamento externo para cometer os citados atentados em Jacarta.

Noordin Mohammed Top dirige uma facção de cisão da Jemaah Islamiya, organização considerada pelos especialistas o braço da Al Qaeda no Sudeste Asiático. EFE jpm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG