Indígenas bolivianos pedirão asilo a dirigentes nativos do Peru

La Paz, 9 jun (EFE).- Os moradores de Achacachi, no planalto boliviano, pedirão ao Governo Evo Morales que outorgue asilo aos dirigentes indígenas peruanos envolvidos no conflito na região amazônica do país.

EFE |

Em entrevista à emissora de TV estatal, o prefeito de Achacachi, Eugenio Rojas, confirmou hoje que fará o pedido, e assinalou que a solicitação será formulada ao Governo e à Chancelaria boliviana.

"Nós vamos oferecer estadia (aos líderes indígenas peruanos) em nossas comunidades de Achacachi", afirmou Rojas.

O governador regional de La Paz, o governista Pablo Ramos, considerou que se deve dar asilo "a todos os que se sentem perseguidos por fatos reais que ocorreram no Peru", em referência ao conflito violento ocorrido na região peruana de Bagua.

Os fortes enfrentamentos entre indígenas e policiais nessa região amazônica deixaram na semana passada 24 uniformizados e nove nativos mortos, segundo o Governo.

De acordo com outras fontes, entre 30 e 50 indígenas perderam a vida nos enfrentamentos.

Situada a menos de 100 quilômetros de La Paz, Achacachi é reduto dos "ponchos vermelhos", radicais indigenistas aimaras aliados a Morales. EFE gb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG