Índice de quebras de empresas em Portugal sobe 8,5% no 1º trimestre

Lisboa, 5 abr (EFE).- Um total de 1.

EFE |

066 empresas quebraram no primeiro trimestre de 2010 em Portugal, 8,5% a mais que no mesmo período de 2009, segundo dados do Instituto Informador Comercial.

Em comparação com o primeiro trimestre de 2008, o número de empresas que recorreram ao processo de insolvência em Portugal aumentou em 52,25% e os setores mais afetados foram o de comércio e o de construção.

O comércio, com 267 empresas que quebraram nos primeiros três meses de 2010, lidera as declarações de insolvência, seguido pela construção civil e a promoção imobiliária, que somaram 220 empresas nesta situação.

O setor têxtil e de vestuário ocupou o terceiro lugar em número de insolvências, com um total de 122 processos.

Por regiões, as que mais quebras registraram foram as do Porto, de Lisboa e de Braga, que englobam 59% dos casos, enquanto na região autônoma dos Açores, Beja e Castelo Branco o número de quebras diminui em comparação com o ano passado. EFE prl/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG