Índice da ONU aponta para fim da onda de alta dos alimentos

Por Robin Pomeroy ROMA (Reuters) - Um índice de preços alimentícios compilado pela FAO (órgão da ONU para alimentação e agricultura) estabilizou-se em abril, o que sugere que a onda mundial de aumentos nos preços dos alimentos está chegando ao fim.

Reuters |

O Índice de Preços Alimentícios caiu pela primeira vez desde janeiro de 2007, indo de 217 em março para 216,7, segundo os dados disponíveis no site http://www.fao.org/worldfoodsituation/FoodPricesIndex.

'Parece indicar que o pior ficou para trás', disse à Reuters o economista da FAO Abdolreza Abbassian.

A FAO diz que os distúrbios ocorridos em vários países pobres podem piorar se os preços continuarem aumentando. A agência realiza entre os dias 3 e 5 de junho em Roma uma cúpula para tratar do assunto.

Em abril, o arroz foi o único cereal que teve aumento, mas Abassian disse que essa tendência deve parar se os países exportadores suspenderem as restrições que adotaram para proteger seus estoques.

O economista também disse que é preciso examinar os dados com cautela, e que 'muita coisa depende das safras deste ano'.

'Com todos esses desastres naturais por todos os lados, ninguém pode ter certeza demais da perspectiva a esta altura.'

Um dos fatores para a redução geral do índice de abril foi o aumento da produção de trigo nas últimas semanas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG