Indianos portadores de HIV matam filhos e cometem suicídio

Um casal portador do vírus HIV cometeu suicídio depois de matar seus três filhos, um deles também portador do vírus, na cidade de Mumbai, Índia, segundo informações da polícia local.

BBC Brasil |

Familiares do casal informaram que os dois ficaram cada vez mais deprimidos depois de descobrir que a filha também tinha o vírus HIV.

A polícia de Mumbai afirmou que o casal, Bau Eeswar Tevar e sua mulher Amothi, teriam matado os dois filhos e a filha, com idades entre dez e seis anos de idade, colocando veneno na comida.

A menina teria sobrevivido ao veneno, mas foi asfixiada com um travesseiro.

Segundo Rejakavin, policial que está investigando o caso, depois de matar os filhos o casal se enforcou, pendurando uma corda de náilon no teto da casa.

Diagnóstico

O policial afirmou que o casal foi diagnosticado como portador do HIV há cinco anos e entrou em depressão quando descobriu que a filha também tinha sido infectada com o vírus da Aids.

A família Tevar não revelou a doença para vizinhos e familiares. O irmão mais novo e sócio de Bau Eeswar Tevar encontrou os corpos e era o único que sabia a respeito do vírus.

A Índia tem um dos maiores índices de portadores do HIV em todo o mundo e, segundo ativistas, apesar de campanhas de conscientização, a doença ainda gera preconceito no país.

Os ativistas indianos afirmam que muitos suicídios relacionados ao HIV poderiam ser evitados se existisse algum tipo de aconselhamento para os portadores do vírus.

E, apesar de o governo oferecer exames de graça e medicamentos baratos, o número de pacientes infectados continua alto.

Leia mais sobre HIV

    Leia tudo sobre: aids

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG