Índia registra mais de 100 mortos pela gripe

Nova Délhi, 31 ago (EFE).- A Índia ultrapassou as 100 vítimas fatais por causa da nova gripe, depois que duas pessoas morreram no domingo à noite no estado indiano de Maharashtra, o mais afetado pela epidemia, informou hoje uma fonte oficial.

EFE |

Vilas Padale, de 42 anos, e Anil Nikam, de 26, morreram ontem à noite em hospitais de Pune, onde, até o momento, foram registradas 31 mortes por causa da nova gripe, segundo a fonte, citada pela agência "PTI".

No município de Pune - próximo a Mumbai, capital de Maharashtra -, outros 15 pacientes permanecem hospitalizados em estado crítico.

Segundo a "PTI", estas últimas mortes elevam para 101 o número de vítimas por causa da doença no gigante asiático, número que ainda não foi confirmado pelo Ministério da Saúde em seus frequentes comunicados sobre a evolução da doença.

Além disso, uma mulher de 35 anos do estado indiano de Uttaranchal, que tinha sintomas de resfriado, tosse e febre, morreu nas últimas horas, e os médicos enviaram amostras ao laboratório para certificar a causa da morte.

Após registrar 128 novos casos da nova gripe no país, o Ministério da Saúde situou ontem à noite em 3,881 mil o número de infectados pelo vírus A (H1N1). EFE mb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG