A Índia apresentará à secretária americana de Estado, Condoleezza Rice, provas da conexão paquistanesa nos atentados terroristas de Mumbai.

"Colocaremos na mesa as informações que conseguimos até agora. Mostraremos transcrições de conversas telefônicas por satélite que vinculam os terroristas a seus operadores paquistaneses", disse uma fonte do governo indiano, que pediu anonimato.

Funcionários citados pela agência Press Trust of India afirmaram ainda que as autoridades indianas apresentarão a Rice "provas que incluem gravações de conversas telefônicas por satélite interceptadas dos terroristas".

A Índia afirma que os autores dos atentados de Mumbai vieram do Paquistão e apontam as suspeitas para o grupo Lashkar-e-Taiba, que combate as autoridades indinaas na disputada região da Caxemira.

Os atentados de Mumbai deixaram 188 mortos e mais de 300 feridos.

A Índia pediu formalmente a detenção e entrega das pessoas instaladas no Paquistão e fugitivas da justiça indiana.

Rice desembarcou nesta quarta-feira em Nova Délhi para tentar reduzir as tensões entre Índia e Paquistão, dois países dotados da bomba nuclear e aliados dos Estados Unidos, mas que mantêm relações difíceis entre si desde que conseguiram a independência do Império Britânico em 1947.

er-sas/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.