Índia homenageia soldados mortos em conflito com Paquistão

Nova Délhi, 26 jul (EFE).- O Governo indiano homenageou hoje os soldados mortos no último conflito armado com o Paquistão, que opôs em 1999 as tropas dos dois países no montanhoso distrito caxemiriano de Kargil.

EFE |

O primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, e o titular da Defesa, A.K. Antony, foram hoje ao monolito instalado sob a Porta da Índia em memória aos militares indianos mortos em combate há dez anos, segundo a agência "Ians".

"Eu me somo a toda a nação para prestar homenagem aos mártires da guerra de Kargil. Sacrificaram suas vidas para defender a unidade e integridade da Índia", disse Singh perante o memorial de Amar Jawan Jyoti ou do soldado desconhecido.

O primeiro-ministro deve ir hoje à localidade de Visakhapatnam, sul, no estado de Andhra, para inaugurar o primeiro submarino nuclear elaborado e construído totalmente com tecnologia indiana.

O décimo aniversário de Kargil acontece em pleno impasse das relações indo-paquistanesas, que pioraram após o atentado terrorista de finais de novembro de 2008 na cidade financeira de Mumbai.

A guerra de baixa intensidade em Kargil, situada na Linha de Controle (LoC) que separa os países, durou dois meses e custou a vida de 530 soldados indianos. EFE amp/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG